segunda-feira, 13 de setembro de 2021

 PAZ - Pedagogia Abrangente Zen: por um saber Enciclopedístico. Amplo. Plural. Zen é Infinito !

sábado, 7 de agosto de 2021

 

Oração budista Dia dos Pais

Antonio Carlos Rocha

Pai Buda que estás no belo Nirvana,

Santificado seja o teu saddhu nome.

Venha a nós o teu reino Tushita,

Seja feita a búdica vontade,

Assim na Terra como no Cosmo.

O pão nosso de cada dia,

Agradecemos hoje e sempre.

Perdoai os nossos karmas negativos,

Assim como nós devemos perdoar os demais.

E não nos deixes cair em sofrimento,

Mas ajuda a nos livrarmos dos apegos,

Pois teu é o Reino, o Poder e a Glória,

Para sempre Amém (Zen).

 

segunda-feira, 26 de julho de 2021

 

EEAC – 26,07,21 – Turmas 601 e 602 – Língua Portuguesa/Literatura – Prof. Antonio Rocha – Duque de Caxias – Pilar – RJ – Baixada Fluminense

 

Estudando os Contos:

 

Caros alunos (as) Estamos de volta, feliz terceiro bimestre para todos (as). No âmbito dos estudos literários vamos começar a pesquisar sobre contos. Por favor leia com atenção a aula 1 que está nas “Orientações” e responda as perguntas até parte da página 10. Corrigiremos na próxima.

 

Lembre que no começo das aulas estudamos o conto da baleia Mobi Dick, que era uma aventura no mar.

 

Os tipos de contos são muito variados: infantis, juvenis, adultos, contos de fadas, contos policiais, contos de terror, contos esportivos, contos de ficção científica etc.

 

As famosas Fábulas de Esopo, também constituem um bom exemplo de contos. Esopo (620-564 antes de Cristo) foi um escravo na Grécia antiga que tinha o dom da arte de contar histórias e fez uma recolha que são famosas até hoje. São também conhecidas como Fábulas de La Fontayne e o famoso quadrinista Walt Disney recontou, adaptou tais obras de arte literária.

 

Fábula: O Jardineiro e o Cão.

 

“O cachorro de um jardineiro caíra num poço. Logo o jardineiro, querendo tirá-lo de lá desceu também ao poço. Imaginando que o dono vinha afundá-lo mais ainda, o cão mordeu o pobre homem. Então o trabalhador após salvar o animal disse: “Eu mereço... o que recebo, o que é que eu tinha de me apressar em ajudar você mal agradecido”. Moral da história: Esta fábula dirige-se às pessoas injustas e ingratas.

 

Interpretação do Texto:

 

Tem gente que não espera na resolução dos fatos e vai logo deduzindo o que não é real. O cachorro julgou mal o dono que só queria ajuda-lo. Se recebemos um apoio precisamos agradecer e sermos gratos a quem nos tira do problema. Ou seja, boa educação é sempre recomendável. Vamos nos lembrar do lema “Gentileza gera gentileza”, isto quer dizer que o cachorro deveria ter sido manso com o dono.

 

- Se quiser, você pode desenhar a fábula acima, utilizando os seus dons de pintar, colorir, ilustrar um parágrafo lido.

 

- Copie tudo em seu caderno. Lembre-se de escrever com caneta preta ou azul e letra bem legível, para que outros possam entender. Marque sua presença e não esqueça que mais adiante faremos o visto quando terminar a pandemia, valendo ponto.

quinta-feira, 8 de julho de 2021

 

EEAC – 08,07,21 – Turma 701 – Letramento de Língua Portuguesa – Prof. Antonio Rocha – Duque de Caxias – Pilar – RJ – Baixada Fluminense.

 

Estudo Dirigido Pronomes:

1) Copie as frases abaixo substituindo as palavras em destaque por pronomes pessoais retos:

a) Mário foi ao cinema; “Francisco” e eu fomos à livraria. = Mário foi ao cinema; nós fomos à livraria.

 

b) Nós fomos ao parque de diversões e os “meninos” foram ao bioparque (antigo jardim zoológico). = Nós fomos ao parque de diversões e eles foram ao bioparque.

 

c) Os pais ficaram na sala e a “menina” brincou na varanda. = Os pais ficaram na sala e ela brincou na varanda.

 

d) Paulo e eu iremos ao quintal; “tu e Roberto” ficam na sala. = Paulo e eu iremos ao quintal; vocês ficam na sala.

 

e) Enquanto Pedro prepara a carne, “João e eu” faremos churrasco. = Enquanto Pedro prepara a carne, nós faremos o churrasco.

 

f) Os meninos brincam aqui e “as meninas” brincam acolá. = Os meninos brincam aqui e elas brincam acolá.

 

2) Reescreva as frases abaixo com os pronomes indefinidos citados: ninguém, nada, alguém, algum, tudo.

a) Alguém trancou a porta e tivemos que chamar o chaveiro para trocar a fechadura.

 

b) Não encontrei ninguém e nós tínhamos combinado o estudo em grupo às 15 horas.

 

c) Não é nada disso do que você está pensando, sua interpretação dos fatos está equivocada.

 

d) O que eu sei é que está tudo errado no seu procedimento, devemos respeitar os mais velhos.

 

e) Há algum mal nisso? Me deu sono e esqueci a televisão ligada.

 

3) Frases e exemplos de pronomes relativos:

a) “Pedra ´que´ rola não cria limo”, é um ditado popular significando que a vida é dinâmica e não podemos ficar parados.

 

b) Não achei o livro “cujo” autor é meu amigo.

 

c) Ele é um bom amigo, a ‘quem’ muito estimo.

 

d) Trouxe tudo ‘quanto’ foi possível guardar na sacola.

quinta-feira, 17 de junho de 2021

 

EEAC – 07.06,21 – turmas 601 e 602 – Língua Portuguesa – Prof. Antonio Rocha – Duque de Caxias – RJ – Pilar – Baixada Fluminense.

 

Exercícios de Fixação de Alguns Substantivos:

 

1) Classifique as palavras abaixo em substantivos próprio ou comum e forme frases com as mesmas: a) saudade; b) Júlia; c) Brasil; d) café; e) Iracema; f) filho; g) professora; h) África; i) Cláudio.

 

2) Complete com substantivos coletivos:

a) Uma porção de lobos forma uma ............................................................

b) Uma porção de ilhas forma um .............................................................

c) Uma porção de músicos forma uma .......................................................

d) Uma porção de estrelas forma uma ........................................................

e) Uma porção de atores forma um .............................................................

f) Uma porção de ladrões forma uma ..........................................................

g) Uma porção de flores forma um ..............................................................

 

3) Informe se as palavras abaixo são substantivos concretos ou abstratos e forme frases correspondentes: a) carro; b) beleza; c) água; d) fidelidade; e) elegância; f) cachorro; g) vaca; h) telefone; i) amabilidade; j) maldade.

 

4) Escreva quem é substantivo primitivo e quem é substantivo derivado: a) tinteiro; b) sapataria; c) pedreiro; d) camiseiro; e) artista.

 

5) Dê a classificação de cada palavra abaixo, escrevendo se ela é um substantivo simples ou composto: a) desenhista; b) pingue-pongue; c) flor; d) batata; e) pára-raio; f) beija-flor; g) chuva; h) banana – maçã; i) guarda-chuva.

 

- Lembre-se que copiar a matéria é importante e guardar o seu caderno com cuidado. Quando voltarem as aulas presenciais iremos fazer o visto, valendo pontos.

 

- A arte de copiar desenvolve o cérebro. Não esqueça de fazer o like, marcando a sua presença.

 

- Você gosta de ler livros? Qual foi o último livro que você leu?

 

- E revistas, cite as que você gosta de ler?

 

- Você gosta de desenhar? Caso positivo, desenhe no seu caderno uma paisagem que goste. Por exemplo, uma casa, o sol brilhando, um jardim, um carro, um ônibus etc.

 

- Antes de vir para a EEAC – Escola Estadual Assis Chateaubriand onde você estudava?

 

- Por favor responda todas as questões.

 

EEAC – 10,06,21 – Turma 701 – Letramento de Língua Portuguesa – Prof. Antonio Rocha – Duque de Caxias – RJ – Baixada Fluminense.

 

1) Hoje nós vamos trabalhar com o Livro que você recebeu na Escola, o de capa vermelha, Geração Alpha, Língua Portuguesa, 7.

 

Na página 12 tem um texto que vai até a página 13, por favor, leia, releia, treleia. Em seguida, na página 14 tem os exercícios “Para entender o texto”.

 

Copie as 5 perguntas iniciais no seu caderno e faça as devidas respostas. Na próxima aula iremos corrigir.

 

Lembre o que já falamos, é sempre importante o ato de escrever, de copiar, pois fica tudo registrado em seu caderno, enquanto isso você está trabalhando o cérebro com esse ato de escrever, de copiar.

 

Faremos o visto nos cadernos quando voltarmos às aulas presenciais.

 

Bons estudos e bom fim de semana.

 

 

EEAC – 17,06,21 – turmas 601 e 602 – Língua Portuguesa – Prof. Antonio Rocha – Duque de Caxias – Pilar – RJ – Baixada Fluminense.

 

Respostas dos Exercícios da página 14, do Livro:

 

1) Resposta pessoal. Você pode, se quiser, inventar ou sugerir novas hipóteses com o capitão do navio.

 

2) a) Sim, a ansiedade do capitão Ahab é indicada por descrições como “não come nem dorme” e “olho febril” e pela passagem do tempo expressa por “dia e noite”.

 

b) “A famosa baleia”, “fera”, “com sua imensa mandíbula”. Possibilidades de resposta: forte, grandiosa, enorme, furiosa etc.

 

3) Ahab.

 

4) Moby Dick.

 

5) a) O mar.

 

b) Resposta pessoal. O aluno pode abordar que o mar se modifica através do clima e pode ter animais de grande porte como a baleia.

 

c) O espaço possibilita o enfrentamento de desafios.

 

6) Sim. A história começa com a perseguição que dura até o final do dia com o afastamento da baleia.

 

7) Ação: Batalha entre Ahab e Moby Dick; Motivação: Porque Ahab quer vingança, pois teve a perna arrancada por Movy Dick; Modo: Eles acontecem rapidamente e em um curto período de tempo; Conseqüência: Não, ele não consegue matar a baleia.

 

Curiosidade: Você sabia que no início dos anos 1960, faltou carne no RJ, nos açougues, e o governo importou carne de baleia do Japão. Durante alguns meses os cariocas comiam carne de baleia, eu inclusive comi, pois minha família comprava. Mas depois, o comércio da carne se normalizou nos açougues e não foi mais preciso importar carne de baleia.

 

Lendo e refletindo:

 

- Na questão 8 entendemos que é o momento da virada e a narrativa sugere que está muito próximo o momento em que o capitão Ahab e a baleia encontram-se ...

 

- Copie todo o texto para você comparar com as suas respostas. Não se esqueça de fazer o like, marcando sua presença. Muito obrigado e bom fim de semana.