domingo, 24 de fevereiro de 2008

O Amante das Amazonas

Este romance, inspirado em fatos reais, históricos, conta a saga do ciclo da borracha, do apogeu e decadência do vasto império amazônico, na maior floresta do mundo.

Cerca de cem volumes da época foram lidos e mais de dez anos de trabalho necessários para escrever esta obra ímpar na literatura brasileira.

O autor (www.geocities.com/rogelsamuel) é professor aposentado adjunto doutor do Departamento de Ciência da Literatura na Universidade Federal do Rio de Janeiro e já publicou os seguintes livros: Crítica da escrita, 1979; Manual de teoria literária, 14 edições e Literatura básica, em três volumes, ambos pela editora Vozes, 1985; O que é Teolit?, ed. Marco Zero, 1986; 120 poemas, ed. Aió, 1991 e o Novo Manual de teoria literária, lançado em 2005, já está na quarta edição pela ed. Vozes.

Além disso tem várias centenas de artigos, crônicas, contos e poemas em jornais e na internet. É o editor da Revista Eletrônica, vide site acima, webjornalista (http://br.groups.yahoo.com/group/cronicasdesabado/). Colunista de ( www.blocosonline.com.br ), o maior portal de literatura no Brasil.

Amazonense de Manaus, Rogel Samuel nasceu em 1943, filho de francês com brasileira. Seu avô alsaciano foi rico comerciante de borracha na amazônia, no início do século XIX.

A narrativa mistura ficção e fatos reais, contados por testemunhas, e transcreve um conjunto de acontecimentos do apogeu e da decadência daquele império amazônico, além de relatos de “Jaguareté, o guerreiro”, de Albert Samuel, seu pai, navegador por 40 anos na Amazônia, com quem conheceu a floresta.

Apesar de tudo – alerta o editor – qualquer semelhança ainda é mera coincidência.

Esta é a segunda edição de O amante das amazonas, já nas livrarias de todo o Brasil, com o timbre da Editora Itatiaia, de Belo Horizonte.

Um comentário:

ROGEL SAMUEL disse...

OBRIGADO, UM ABRAÇO, ROGEL SAMUEL