sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Arte e política

“ Ignorar a política é como enterrar a cabeça na areia.

“Gostaria de citar algumas palavras do renomado comediante e cineasta britânico Charlie Chaplin (1889-1977): “Aqueles que ignoram a situação política estão enterrando a cabeça na areia. É preciso ser louco para fazer isso e ignorar a política quando ela é tudo o que importa”. Em outras palavras, não podemos ignorar a política enquanto fizermos parte da sociedade; de fato, devemos manter uma vigilância rigorosa sobre o governo e nossos líderes políticos. Importantes pensadores e ativistas de todo o mundo salientam esse ponto.

“ Para que a democracia prospere, as pessoas precisam se tornar sábias e informadas e monitorar cuidadosamente as ações dos que estão no governo. O sr. Toda (fundador, nos anos 30, do século XX, no Japão, da linhagem budista Sokka Gakkai) era sempre inflexível com relação a não tolerar os abusos que causavam sofrimento às pessoas e nos pediu que lutássemos com toda firmeza contra a natureza maligna da autoridade. Ele também advertiu rigorosamente aqueles que haviam sido eleitos graças ao apoio de seus concidadãos para que nunca se tornassem pretensiosos, arrogantes nem presunçosos. Os políticos que são verdadeiros representantes do povo devem caminhar com o povo e por ele lutar; devem viver e morrer entre o povo – esta era a firme convicção do sr. Toda” (Daisaku Ikeda).”

Fonte: semanário budista Brasil Seikyo, ano 44, nº 1958, 04/10/2008 – http://www.brasilseikyo.com.br/

Um comentário:

ROGEL SAMUEL disse...

PARABÉNS PELA POSTAGEM. ACOMPANHO SEU BLOG SEMPRE QUE TEM NOVIDADES.
FELIZ ANO NOVO,
ROGEL SAMUEL